quarta-feira, 3 de novembro de 2010

TI Reciclavel


Por  Thomas Douglas Auler
   A reciclagem é o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto, ou seja, por conta de diferentes tecnologias e materiais, é possível trazer de volta ao ciclo produtivo o que tinha sido jogado fora. Daí a origem do nome Re – repetir - e cycle (ciclo, em inglês). 
   A reciclagem promove benefícios como a minimização da utilização de fontes naturais, muitas vezes não renováveis; a minimização da quantidade de resíduos que necessita de tratamento final, como aterramento ou incineração, além do trabalho e renda para muitas pessoas.
    Muitos materias podem ser reciclados e os exemplos mais comuns são o papel, o vidro, o plastico e o metal, para tanto há uma necessidade de separar estes materias, para que não sejam encaminhados com o lixo que não é reciclavel, ocupando desnecessariamente aterros sanitários e lixões. Esta conciência deve ser trilhado por nossa geração fazendo do nosso lar um exemplo e da escola um centro de mudança de valores, hábitos e atitudes, ou seja, é através da educação e consciencitazação desde já dentro dos nosso lares e escolas.
    As empresas também tem um palpel fundamental no reaproveitamento de todo material utilizado na produção de seus produtos. Um dos exemplos está no avanço da tecnologia, com tanta inovação da tecnologia nos perguntamos o que fazer com a que está ultrapassada? Computadores, CPUs, celulares, baterias e outros materiais?
    O lixo eletrônico é um dos grandes problemas da atualidade, segundo pesquisas do Greenpeace, por ano, são produzidos até 50 milhões de toneladas desse tipo de dejeto em todo o mundo. A questão principal não é a só que esse lixo ocupe muito espaço, o grande perigo é que as maiores partes dos aparelhos eletrônicos usam em sua fabricação metais tóxicos, como mercúrio, chumbo e cádmio. Quando um computador vai para o aterro sanitário, essas substâncias reagem com as águas da chuva e contaminam os afluentes e o solo.
    Nos países Europeus o assunto já está bem avançado, desde 2002, existem leis que obrigam os fabricantes a se responsabilizar por todos os eletrônicos produzidos. Também foi exigido que as empresas fabricassem os chamados Micros Verdes, ou seja, ele precisa ter um sistema de economia de energia, ser produzido dentro de padrões de gestão ambiental e não ter chumbo em sua composição. No Brasil, algumas marcas já oferecem essa opção de computadores, mas o mercado ainda é muito pequeno. É fundamental e necessária a divulgação do problema e alertar os consumidores para, primeiro, nunca darem aparelhos velhos aos sucateiros, que só vão retirar as partes que podem vender, os restos jogam fora, não jogar em lixeiros comuns.
    As empresas que fabricam computadores também devem ter a preocupação de recolher esta tecnologia ultrapassada de seus consumidores, oferecendo promoções, descontos ou outros tipos de bônus, assim muitas pessoas que não sabem o que fazer com o produto, poderia ter um destinatário certo.
    Nos Estados Unidos, a empresa HP está ampliando seu programa de reciclagem, chamados de Parceiros do Planeta, na tradução livre ao português, prometendo comprar o seu PC antigo. O projeto foi criado no ano de 1991 e recolhe equipamentos antigos para reutilização, o desde o início deste programa já foi reciclado mais de 191 milhões de cartuchos de impressoras a laser e jato de tinta.
    O projeto prevê ainda que os consumidores possam receber um dinheiro pelos seus antigos PCs, monitores, impressoras, câmeras digitais, PDAs e smartphones de qualquer marca. É feita uma avaliação do equipamento através do site da HP, onde o consumidor descreve o produto e em seguida envia uma proposta por tal equipamento, caso, não seja considerado de valor pela HP, a empresa garante o recolhimento gratuito de produtos com a marca HP e Compaq.
    Reciclar não é apenas uma boa prática, mas essencial para garantir um negócio sustentável e responsável em relação ao meio ambiente.
2hp-comeca-a-comprar-pcs-antigos

O futuro não é algo que simplesmente acontece por si mesmo. Estamos criando o amanhã neste mesmo momento. Hoje em dia muitas pessoas sentem-se como meros espectadores dos fatos globais. Mas devemos aprender que todos nós somos atores e que estamos modelando nosso futuro agora mesmo". Jostein Gaarder


Link de consulta:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...